Logo Sempre Bem
Ícone de busca
Ícone do ecommerce
Ícone de busca

Os cinco sentidos: saiba tudo sobre eles

16 jun 2019

16 jun 2019

A gente sente o mundo com os cinco sentidos, são eles que transmitem ao cérebro uma série de sensações importantes pro nosso corpo. O neurologista Glauber Ferreira veio então falar com a gente e explicar como tudo isso acontece. Se liga! 

“Os cinco sentidos surgiram como uma extensão do sistema nervoso. Um ser vivo que não tem necessidade, por exemplo, de navegar e conhecer o ambiente, não precisa de sistema nervoso. É a maneira do organismo saber o que está acontecendo no meio externo e saber navegá-lo para conseguir abrigo e alimentos. Essa é a função basicamente dos sentidos”, explica o neurologista Glauber Ferreira.

Os sentidos e o cérebro

Essas informações são transmitidas dentro do corpo a partir do momento que todas chegam ao cérebro, ao mesmo tempo. Ele que vai filtrar o que é relevante. O cérebro costuma dar um valor emocional a cada coisa. Depois essas informações são integradas com suas experiências prévias e mandadas para processamento.

Existem pessoas que têm um sentido mais aguçado que outro. Para Glauber, “o cérebro é plástico. A pessoa pode treiná-lo para fazer coisas diferentes e atribuir mais áreas e recursos para aquela função. Quem tem problema visual, por exemplo, e precisa usar os dedos para ler por meio do braille, a área do cérebro responsável pela percepção do tato vai aumentar de tamanho para dar mais habilidade para a leitura de topografia”.

Outra explicação para isso é que todos nós, a todo momento, temos a atenção dividida. Quando se tira um dos sentidos, é menos informação que entra para o processamento e a pessoa fica mais atenta.

O tato

A importância do tato para o funcionamento do corpo é que esse sentido ajuda a saber onde está o corpo, se existe alguma ameaça, a temperatura do ambiente, dentre outras. Pode ser para o meio externo e o interno, além do contato entre as pessoas.

“A nossa interação é de vários aspectos: verbal, visual, toque e tom da fala. O tato obviamente é crucial no relacionamento interpessoal”, aborda o especialista.

Importância do abraço

Entre os benefícios de receber estímulos a partir da pele está o abraço, que é muito importante para todos nós. Para a psicóloga Carla Weyne, “na biodança, o contato e a carícia são elementos fundamentais da metodologia. Durante uma música, existe a oportunidade de abraçar e de trocar abraços. Esse movimento corporal do abraço traz a possibilidade de fazer parte de uma nova conexão que inclui a outra pessoa”.

O tato faz parte assim do nosso repertório de gestos, pois serve muito para essa troca de sensações e de energia. Segundo o neurologista, “quando se fala do abraço não é só o toque, e sim todo o contexto emocional. Ele significa transmitir um afeto”.

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 16 de junho de 2019.

Você pode gostar

Teste de agendamento
Saúde

Teste de agendamento

Olá, mundo!
Saúde

Olá, mundo!

sed pulvinar proin gravida hendrerit
Beleza

sed pulvinar proin gravida hendrerit