Logo Sempre Bem
Ícone de busca
Ícone do ecommerce
Ícone de busca

Tendinites e Bursites: entenda a diferença

27 out 2019

27 out 2019

Tendinite é a inflamação do tendão, a parte final do músculo que se liga ao osso, e a bursite é uma inflamação da bursa, uma pequena bolsa cheia de líquido sinovial que serve de almofada para determinadas estruturas articulares. Saiba mais sobre o assunto na matéria.

Tendinite e Bursite

Em algum momento da vida, você já deve ter sentido aquela dorzinha esporádica nas articulações normalmente depois de uma atividade repetitiva. Isso pode ser tendinite ou bursite. 

A gente vai falar disso agora com ortopedista Rodrigo Astolfi e vamos saber mais detalhes sobre essas duas doenças. 

Qual a diferença entre bursite e tendinite?

Para o ortopedista, o termo ‘bursa’ é uma almofadinha que fica entre uma estrutura dura e uma coisa mole. Às vezes, entre um osso e outro tem uma ‘bursa’ (almofada) para acolchoar a região; entre a pele e o osso, por exemplo, no cotovelo, tem uma ‘bursa’ também. Já os tendões conectam o músculo ao osso, e fazem o movimento como uma corda. 

As duas coisas podem inflamar, podem se machucar, além de ambas existirem em articulações.

Veja a reportagem da Ladinne Campi (Dores Articulares: entenda as causas)

Qual a principal causa da bursite e da tendinite?

“O fato de as pessoas serem sedentárias, ficarem cada vez mais velhas e obesas, faz com  que o corpo não tenha a manutenção necessária. Isso gera desequilíbrios que vão começar a se demonstrar nas articulações, como tendinite, bursite e, às vezes, até como artrose, que é o desgaste da cartilagem”, aborda Rodrigo.

Confira a seguir alguns itens que podem ocasionar bursite ou tendinite

Bolsa pesada

Oferece alguns problemas, o primeiro é a coluna, em que a pessoa fica pendendo a um lado e fica tentando puxar com sua coluna para o outro lado. 

O outro problema não é tanto a bursite que as pessoas estão acostumadas a pensar, que é dentro do ombro, porém é mais uma articulação bem palpável que chamada acrômio clavicular. 

Às vezes, essa bolsa pesada começa a fazer dor na articulação acrômio clavicular. O ideal é tentar balancear de alguma maneira, diminuir o peso, carregar de outro jeito e alternar os ombros.

Mochila pesada

Se a mochila te puxa para trás, é preciso forçar a musculatura abdominal. Geralmente, a pessoa não tem tanto músculo bom assim no abdômen, o que acaba puxando os ombros para frente. O recomendado é tentar deixar a alça curta. 

Computador e mouse

Atrapalham porque inflamam o punho e o cotovelo. Mudar algumas coisas na postura do teclado às vezes facilita, como o uso de mesas de escritório, em que o teclado fica um pouco para baixo, de maneira que a pessoa não fique tanto com o punho estendido, mas um pouco mais fletido ou reto. 

Avião

O tempo em que o indivíduo fica muito com o joelho dobrado, aumenta a pressão dele e causa as dores da cartilagem (condromalácia). 

O indicado é levantar para dar uma caminhada a cada 20 minutos, inclusive no avião, para evitar trombose, problema sério para quem voa bastante. 

Rampa 

Tem gente que gosta de fazer corrida, como cooper. Isso pode machucar o tendão do tornozelo (tendão de Aquiles). Correr em superfícies irregulares também machuca o tendão do tornozelo. 

Sandálias rasteirinhas

As pessoas funcionam um pouco melhor com um ou dois dedinhos de salto nos calçados. Quando se usa rasteirinha, aumenta a pressão entre tendão de Aquiles e o osso calcâneo, dando bursite retro-aquileana e, às vezes, é bastante doloroso.

Exercícios para se prevenir da tendinite e bursite

  • Um exercício possível é a prancha. É como se fosse fazer uma flexão de braço, mas não faz. A pessoa fica parada naquela posição por 30 segundos ou um minuto. É um dos principais tratamentos para dor nas costas. 
  • O outro exercício é a cadeira. É como se estivesse sentando na parede, sem cadeira. A pessoa segura também 30 segundos ou um minuto. É importante para trabalhar a musculatura anterior da coxa que evita síndrome femoropatelar, condromalácia e outras doenças. 
  • Outro exercício interessante é pregar um elástico na parede, colar o cotovelo rente ao corpo e ficar fazendo esse exercício de rotacionar para fora e depois, do outro lado, rotacionar para dentro. 

Esses exercícios são muito importantes para quase todas as tendinites e bursites do ombro. 

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 27 de outubro de 2019.

Você pode gostar

Teste de agendamento
Saúde

Teste de agendamento

Olá, mundo!
Saúde

Olá, mundo!

sed pulvinar proin gravida hendrerit
Beleza

sed pulvinar proin gravida hendrerit